object(WP_Query)#410 (47) {
  ["query_vars"]=>
  array(58) {
    ["paged"]=>
    int(3)
    ["categorias-oracoes"]=>
    string(8) "deus-pai"
    ["error"]=>
    string(0) ""
    ["m"]=>
    int(0)
    ["p"]=>
    int(0)
    ["post_parent"]=>
    string(0) ""
    ["subpost"]=>
    string(0) ""
    ["subpost_id"]=>
    string(0) ""
    ["attachment"]=>
    string(0) ""
    ["attachment_id"]=>
    int(0)
    ["name"]=>
    string(0) ""
    ["static"]=>
    string(0) ""
    ["pagename"]=>
    string(0) ""
    ["page_id"]=>
    int(0)
    ["second"]=>
    string(0) ""
    ["minute"]=>
    string(0) ""
    ["hour"]=>
    string(0) ""
    ["day"]=>
    int(0)
    ["monthnum"]=>
    int(0)
    ["year"]=>
    int(0)
    ["w"]=>
    int(0)
    ["category_name"]=>
    string(0) ""
    ["tag"]=>
    string(0) ""
    ["cat"]=>
    string(0) ""
    ["tag_id"]=>
    string(0) ""
    ["author_name"]=>
    string(0) ""
    ["feed"]=>
    string(0) ""
    ["tb"]=>
    string(0) ""
    ["comments_popup"]=>
    string(0) ""
    ["meta_key"]=>
    string(0) ""
    ["meta_value"]=>
    string(0) ""
    ["preview"]=>
    string(0) ""
    ["s"]=>
    string(0) ""
    ["sentence"]=>
    string(0) ""
    ["fields"]=>
    string(0) ""
    ["category__in"]=>
    array(0) {
    }
    ["category__not_in"]=>
    array(0) {
    }
    ["category__and"]=>
    array(0) {
    }
    ["post__in"]=>
    array(0) {
    }
    ["post__not_in"]=>
    array(0) {
    }
    ["tag__in"]=>
    array(0) {
    }
    ["tag__not_in"]=>
    array(0) {
    }
    ["tag__and"]=>
    array(0) {
    }
    ["tag_slug__in"]=>
    array(0) {
    }
    ["tag_slug__and"]=>
    array(0) {
    }
    ["ignore_sticky_posts"]=>
    bool(false)
    ["suppress_filters"]=>
    bool(false)
    ["cache_results"]=>
    bool(true)
    ["update_post_term_cache"]=>
    bool(true)
    ["update_post_meta_cache"]=>
    bool(true)
    ["post_type"]=>
    string(0) ""
    ["posts_per_page"]=>
    int(15)
    ["nopaging"]=>
    bool(false)
    ["comments_per_page"]=>
    string(2) "50"
    ["no_found_rows"]=>
    bool(false)
    ["taxonomy"]=>
    string(18) "categorias-oracoes"
    ["term"]=>
    string(8) "deus-pai"
    ["order"]=>
    string(4) "DESC"
  }
  ["tax_query"]=>
  object(WP_Tax_Query)#315 (2) {
    ["queries"]=>
    array(1) {
      [0]=>
      array(5) {
        ["taxonomy"]=>
        string(18) "categorias-oracoes"
        ["terms"]=>
        array(1) {
          [0]=>
          string(8) "deus-pai"
        }
        ["include_children"]=>
        bool(true)
        ["field"]=>
        string(4) "slug"
        ["operator"]=>
        string(2) "IN"
      }
    }
    ["relation"]=>
    string(3) "AND"
  }
  ["meta_query"]=>
  object(WP_Meta_Query)#314 (2) {
    ["queries"]=>
    array(0) {
    }
    ["relation"]=>
    NULL
  }
  ["post_count"]=>
  int(11)
  ["current_post"]=>
  int(-1)
  ["in_the_loop"]=>
  bool(false)
  ["comment_count"]=>
  int(0)
  ["current_comment"]=>
  int(-1)
  ["found_posts"]=>
  string(2) "41"
  ["max_num_pages"]=>
  float(3)
  ["max_num_comment_pages"]=>
  int(0)
  ["is_single"]=>
  bool(false)
  ["is_preview"]=>
  bool(false)
  ["is_page"]=>
  bool(false)
  ["is_archive"]=>
  bool(true)
  ["is_date"]=>
  bool(false)
  ["is_year"]=>
  bool(false)
  ["is_month"]=>
  bool(false)
  ["is_day"]=>
  bool(false)
  ["is_time"]=>
  bool(false)
  ["is_author"]=>
  bool(false)
  ["is_category"]=>
  bool(false)
  ["is_tag"]=>
  bool(false)
  ["is_tax"]=>
  bool(true)
  ["is_search"]=>
  bool(false)
  ["is_feed"]=>
  bool(false)
  ["is_comment_feed"]=>
  bool(false)
  ["is_trackback"]=>
  bool(false)
  ["is_home"]=>
  bool(false)
  ["is_404"]=>
  bool(false)
  ["is_comments_popup"]=>
  bool(false)
  ["is_paged"]=>
  bool(true)
  ["is_admin"]=>
  bool(false)
  ["is_attachment"]=>
  bool(false)
  ["is_singular"]=>
  bool(false)
  ["is_robots"]=>
  bool(false)
  ["is_posts_page"]=>
  bool(false)
  ["is_post_type_archive"]=>
  bool(false)
  ["query_vars_hash"]=>
  string(32) "5f9df795fe599751e567a2c6b88dc219"
  ["query_vars_changed"]=>
  bool(false)
  ["thumbnails_cached"]=>
  bool(false)
  ["query"]=>
  array(2) {
    ["paged"]=>
    string(1) "3"
    ["categorias-oracoes"]=>
    string(8) "deus-pai"
  }
  ["request"]=>
  string(502) "SELECT SQL_CALC_FOUND_ROWS  wp_posts.ID FROM wp_posts  INNER JOIN wp_term_relationships ON (wp_posts.ID = wp_term_relationships.object_id) WHERE 1=1  AND ( wp_term_relationships.term_taxonomy_id IN (78) ) AND wp_posts.post_type IN ('post', 'page', 'attachment', 'cinema', 'albumdefotos', 'mensagem', 'oracoes', 'pastorais_movimentos', 'recantomariano', 'noticias', 'espiritualidade', 'mw_events') AND (wp_posts.post_status = 'publish') GROUP BY wp_posts.ID ORDER BY wp_posts.post_date DESC LIMIT 30, 15"
  ["posts"]=>
  &array(11) {
    [0]=>
    object(stdClass)#255 (24) {
      ["ID"]=>
      int(1363)
      ["post_author"]=>
      string(1) "4"
      ["post_date"]=>
      string(19) "2012-12-29 15:05:25"
      ["post_date_gmt"]=>
      string(19) "2012-12-29 17:05:25"
      ["post_content"]=>
      string(3108) "

1. De Davi. Quando simulou alienação na presença de Abimelec e, despedido por ele, partiu.

2. Bendirei continuamente ao Senhor, seu louvor não deixará meus lábios.

3. Glorie-se a minha alma no Senhor; ouçam-me os humildes, e se alegrem.

4. Glorificai comigo ao Senhor, juntos exaltemos o seu nome.

5. Procurei o Senhor e ele me atendeu, livrou-me de todos os temores.

6. Olhai para ele a fim de vos alegrardes, e não se cobrir de vergonha o vosso rosto.

7. Vede, este miserável clamou e o Senhor o ouviu, de todas as angústias o livrou.

8. O anjo do Senhor acampa em redor dos que o temem, e os salva.

9. Provai e vede como o Senhor é bom, feliz o homem que se refugia junto dele.

10. Reverenciai o Senhor, vós, seus fiéis, porque nada falta àqueles que o temem.

11. Os poderosos empobrecem e passam fome, mas aos que buscam o Senhor nada lhes falta.

12. Vinde, meus filhos, ouvi-me: eu vos ensinarei o temor do Senhor.

13. Qual é o homem que ama a vida, e deseja longos dias para gozar de felicidade?

14. Guarda tua língua do mal, e teus lábios das palavras enganosas.

15. Aparta-te do mal e faze o bem, busca a paz e vai ao seu encalço.

16. Os olhos do Senhor estão voltados para os justos, e seus ouvidos atentos aos seus clamores.

17. O Senhor volta a sua face irritada contra os que fazem o mal, para apagar da terra a lembrança deles.

18. Apenas clamaram os justos, o Senhor os atendeu e os livrou de todas as suas angústias.

19. O Senhor está perto dos contritos de coração, e salva os que têm o espírito abatido.

20. São numerosas as tribulações do justo, mas de todas o livra o Senhor.

21. Ele protege cada um de seus ossos, nem um só deles será quebrado.

22. A malícia do ímpio o leva à morte, e os que odeiam o justo serão castigados.

23. O Senhor livra a alma de seus servos; não será punido quem a ele se acolhe.

" ["post_title"]=> string(8) "Salmo 33" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(4) "open" ["ping_status"]=> string(4) "open" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(8) "salmo-33" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2012-12-29 15:05:25" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 17:05:25" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(67) "http://santoantoniodocaxingui.com.br/?post_type=oracoes&p=1363" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(7) "oracoes" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" } [1]=> object(stdClass)#256 (24) { ["ID"]=> int(1358) ["post_author"]=> string(1) "4" ["post_date"]=> string(19) "2012-12-29 15:00:41" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 17:00:41" ["post_content"]=> string(3939) "

1. Ao mestre de canto. Hino dos filhos de Coré.

2. Ó Deus, ouvimos com os nossos próprios ouvidos, nossos pais nos contaram a obra que fizestes em seus dias, nos tempos de antanho.

3. Para implantá-los, expulsastes com as vossas mãos nações pagãs; para lhes dardes lugar, abatestes povos.

4. Com efeito, não foi com sua espada que conquistaram essa terra, nem foi seu braço que os salvou, mas foi vossa mão, foi vosso braço, foi o resplendor de vossa face, porque os amastes.

5. Meu Deus, vós sois o meu rei, vós que destes as vitórias a Jacó.

6. Por vossa graça repelimos os nossos inimigos, em vosso nome esmagamos nossos adversários.

7. Não foi em meu arco que pus minha confiança, nem foi minha espada que me salvou,

8. mas fostes vós que nos livrastes de nossos inimigos e confundistes os que nos odiavam.

9. Era em Deus que em todo o tempo nos gloriávamos, e seu nome sempre celebrávamos.

10. Agora, porém, nos rejeitais e confundis; e já não ides à frente de nossos exércitos.

11. Vós nos fizestes recuar diante do inimigo, e os que nos odiavam pilharam nossos bens.

12. Entregastes-nos como ovelhas para o corte, e nos dispersastes entre os pagãos.

13. Vendestes vosso povo por um preço vil, e pouco lucrastes com esta venda.

14. Fizeste-nos o opróbrio de nossos vizinhos, irrisão e ludíbrio daqueles que nos cercam.

15. Fizestes de nós a sátira das nações pagãs, e os povos nos escarnecem à nossa vista.

16. Continuamente estou envergonhado, a confusão cobre-me a face,

17. por causa dos insultos e ultrajes de um inimigo cheio de rancor.

18. E, apesar de todos esses males que nos sobrevieram, não vos esquecemos, não violamos a vossa aliança.

19. Nosso coração não se desviou de vós, nem nossos passos se apartaram de vossos caminhos,

20. para que nos esmagueis no lugar da aflição e nos envolvais de trevas...

21. Se houvéramos olvidado o nome de nosso Deus e estendido as mãos a um deus estranho,

22. porventura Deus não o teria percebido, ele que conhece os segredos do coração?

23. Mas por vossa causa somos entregues à morte todos os dias e tratados como ovelhas de matadouro.

24. Acordai, Senhor! Por que dormis? Despertai! Não nos rejeiteis continuamente!

25. Por que ocultais a vossa face e esqueceis nossas misérias e opressões?

26. Nossa alma está prostrada até o pó, e colado no solo o nosso corpo.

27. Levantai-vos em nosso socorro e livrai-nos, pela vossa misericórdia.

" ["post_title"]=> string(8) "Salmo 43" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(4) "open" ["ping_status"]=> string(4) "open" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(8) "salmo-43" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2012-12-29 15:02:33" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 17:02:33" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(67) "http://santoantoniodocaxingui.com.br/?post_type=oracoes&p=1358" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(7) "oracoes" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" } [2]=> object(stdClass)#257 (24) { ["ID"]=> int(1335) ["post_author"]=> string(1) "4" ["post_date"]=> string(19) "2012-12-29 13:45:15" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 15:45:15" ["post_content"]=> string(1659) " 

1. Ao mestre de canto. Com a gitiena. Salmo de Davi.

2. Ó Senhor, nosso Deus, como é glorioso vosso nome em toda a terra! Vossa majestade se estende, triunfante, por cima de todos os céus.

3. Da boca das crianças e dos pequeninos sai um louvor que confunde vossos adversários, e reduz ao silêncio vossos inimigos.

4. Quando contemplo o firmamento, obra de vossos dedos, a lua e as estrelas que lá fixastes:

5. Que é o homem, digo-me então, para pensardes nele? Que são os filhos de Adão, para que vos ocupeis com eles?

6. Entretanto, vós o fizestes quase igual aos anjos, de glória e honra o coroastes.

7. Destes-lhe poder sobre as obras de vossas mãos, vós lhe submetestes todo o universo.

8. Rebanhos e gados, e até os animais bravios,

9. pássaros do céu e peixes do mar, tudo o que se move nas águas do oceano.

10. Ó Senhor, nosso Deus, como é glorioso vosso nome em toda a terra!

" ["post_title"]=> string(7) "Salmo 8" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(4) "open" ["ping_status"]=> string(4) "open" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(7) "salmo-8" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2012-12-29 13:45:15" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 15:45:15" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(67) "http://santoantoniodocaxingui.com.br/?post_type=oracoes&p=1335" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(7) "oracoes" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" } [3]=> object(stdClass)#258 (24) { ["ID"]=> int(1323) ["post_author"]=> string(1) "4" ["post_date"]=> string(19) "2012-12-29 13:31:07" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 15:31:07" ["post_content"]=> string(1338) "

1. Salmo de Davi.

     O Senhor é meu pastor, nada me faltará.

2. Em verdes prados ele me faz repousar. Conduz-me junto às águas refrescantes,

3. restaura as forças de minha alma. Pelos caminhos retos ele me leva, por amor do seu nome.

4. Ainda que eu atravesse o vale escuro, nada temerei, pois estais comigo. Vosso bordão e vosso báculo são o meu amparo.

5. Preparais para mim a mesa à vista de meus inimigos. Derramais o perfume sobre minha cabeça, e transborda minha taça.

6. A vossa bondade e misericórdia hão de seguir-me por todos os dias de minha vida. E habitarei na casa do Senhor por longos dias.

Leia mais em: http://www.bibliacatolica.com.br/01/21/22.php#ixzz2GSIh04yt" ["post_title"]=> string(8) "Salmo 22" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(4) "open" ["ping_status"]=> string(4) "open" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(8) "salmo-22" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2012-12-29 13:31:07" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 15:31:07" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(67) "http://santoantoniodocaxingui.com.br/?post_type=oracoes&p=1323" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(7) "oracoes" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" } [4]=> object(stdClass)#259 (24) { ["ID"]=> int(1319) ["post_author"]=> string(1) "4" ["post_date"]=> string(19) "2012-12-29 13:27:11" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 15:27:11" ["post_content"]=> string(2781) "1Lamentação de Davi, que cantou em honra do Senhor, por causa de Cus, o benjaminita.

2. Senhor, ó meu Deus, é em vós que eu busco meu refúgio; salvai-me de todos os que me perseguem e livrai-me,

3. para que o inimigo não me arrebate como um leão, e me dilacere sem que ninguém me livre.

4. Senhor, ó meu Deus, se acaso fiz isso, se minhas mãos cometeram a iniqüidade,

5. se fiz mal ao homem pacífico, se oprimi os que me perseguiam sem motivo,

6. que o inimigo me persiga e me apanhe, que ele me pise vivo ao solo e atire a minha honra ao pó.

7. Levantai-vos, Senhor, na vossa cólera; erguei-vos contra o furor dos que me oprimem, erguei-vos para me defender numa causa que tomastes a vós.

8. Que a assembléia das nações vos circunde, presidi-a de um trono elevado.

9. O Senhor é o juiz dos povos. Fazei-me justiça, Senhor, segundo o meu justo direito, conforme minha integridade.

10. Ponde fim à malícia dos ímpios e sustentai o direito, ó Deus de justiça, que sondais os corações e os rins.

11. O meu escudo é Deus, ele salva os que têm o coração reto.

12. Deus é um juiz íntegro, um Deus perpetuamente vingador.

13. Se eles não se corrigem, ele afiará a espada, entesará o arco e visará.

14. Contra os ímpios apresentará dardos mortíferos, lançará flechas inflamadas.

15. Eis que o mau está em dores de parto, concebe a malícia e dá à luz a mentira.

16. Abre um fosso profundo, mas cai no abismo por ele mesmo cavado.

17. Sua malícia recairá em sua própria cabeça, e sua violência se voltará contra a sua fronte.

18. Eu, porém, glorificarei o Senhor por sua justiça, e salmodiarei ao nome do Senhor, o Altíssimo.

 

" ["post_title"]=> string(7) "Salmo 7" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(4) "open" ["ping_status"]=> string(4) "open" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(9) "salmo-7-2" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2012-12-29 18:08:28" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 20:08:28" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(67) "http://santoantoniodocaxingui.com.br/?post_type=oracoes&p=1319" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(7) "oracoes" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" } [5]=> object(stdClass)#260 (24) { ["ID"]=> int(1314) ["post_author"]=> string(1) "4" ["post_date"]=> string(19) "2012-12-29 13:16:19" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 15:16:19" ["post_content"]=> string(4819) "

1Ao mestre de canto. Segundo a melodia A corça da aurora. Salmo de Davi.

2. Meu Deus, meu Deus, por que me abandonastes? E permaneceis longe de minhas súplicas e de meus gemidos?

3. Meu Deus, clamo de dia e não me respondeis; imploro de noite e não me atendeis.

4. Entretanto, vós habitais em vosso santuário, vós que sois a glória de Israel.

5. Nossos pais puseram sua confiança em vós, esperaram em vós e os livrastes.

6. A vós clamaram e foram salvos; confiaram em vós e não foram confundidos.

7. Eu, porém, sou um verme, não sou homem, o opróbrio de todos e a abjeção da plebe.

8. Todos os que me vêem zombam de mim; dizem, meneando a cabeça:

9. Esperou no Senhor, pois que ele o livre, que o salve, se o ama.

10. Sim, fostes vós que me tirastes das entranhas de minha mãe e, seguro, me fizestes repousar em seu seio.

11. Eu vos fui entregue desde o meu nascer, desde o ventre de minha mãe vós sois o meu Deus.

12. Não fiqueis longe de mim, pois estou atribulado; vinde para perto de mim, porque não há quem me ajude.

13. Cercam-me touros numerosos, rodeiam-me touros de Basã;

14. contra mim eles abrem suas fauces, como o leão que ruge e arrebata.

15. Derramo-me como água, todos os meus ossos se desconjuntam; meu coração tornou-se como cera, e derrete-se nas minhas entranhas.

16. Minha garganta está seca qual barro cozido, pega-se no paladar a minha língua: vós me reduzistes ao pó da morte.

17. Sim, rodeia-me uma malta de cães, cerca-me um bando de malfeitores. Traspassaram minhas mãos e meus pés:

18. poderia contar todos os meus ossos. Eles me olham e me observam com alegria,

19. repartem entre si as minhas vestes, e lançam sorte sobre a minha túnica.

20. Porém, vós, Senhor, não vos afasteis de mim; ó meu auxílio, bem depressa me ajudai.

21. Livrai da espada a minha alma, e das garras dos cães a minha vida.

22. Salvai-me a mim, mísero, das fauces do leão e dos chifres dos búfalos.

23. Então, anunciarei vosso nome a meus irmãos, e vos louvarei no meio da assembléia.

24. Vós que temeis o Senhor, louvai-o; vós todos, descendentes de Jacó, aclamai-o; temei-o, todos vós, estirpe de Israel,

25. porque ele não rejeitou nem desprezou a miséria do infeliz, nem dele desviou a sua face, mas o ouviu, quando lhe suplicava.

26. De vós procede o meu louvor na grande assembléia, cumprirei meus votos na presença dos que vos temem.

27. Os pobres comerão e serão saciados; louvarão o Senhor aqueles que o procuram: Vivam para sempre os nossos corações.

28. Hão de se lembrar do Senhor e a ele se converter todos os povos da terra; e diante dele se prostrarão todas as famílias das nações,

29. porque a realeza pertence ao Senhor, e ele impera sobre as nações.

30. Todos os que dormem no seio da terra o adorarão; diante dele se prostrarão os que retornam ao pó.

31. Para ele viverá a minha alma, há de servi-lo minha descendência. Ela falará do Senhor às gerações futuras e proclamará sua justiça ao povo que vai nascer: Eis o que fez o Senhor.

Leia mais em: http://www.bibliacatolica.com.br/01/21/21.php#ixzz2GSEyhr2b" ["post_title"]=> string(8) "Salmo 21" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(4) "open" ["ping_status"]=> string(4) "open" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(8) "salmo-21" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2012-12-29 13:37:11" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 15:37:11" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(67) "http://santoantoniodocaxingui.com.br/?post_type=oracoes&p=1314" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(7) "oracoes" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" } [6]=> object(stdClass)#261 (24) { ["ID"]=> int(1104) ["post_author"]=> string(1) "4" ["post_date"]=> string(19) "2012-12-22 12:43:35" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2012-12-22 14:43:35" ["post_content"]=> string(982) "A minha alma glorifica o Senhor E o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador. Porque pôs os olhos na humildade da sua Serva: De hoje em diante me chamarão bem aventurada todas as gerações. O Todo-Poderoso fez em mim maravilhas, Santo é o seu nome. A sua misericórdia se estende de geração em geração Sobre aqueles que o temem. Manifestou o poder do seu braço E dispersou os soberbos. Derrubou os poderosos de seus tronos E exaltou os humildes. Aos famintos encheu de bens E aos ricos despediu de mãos vazias. Acolheu a Israel, seu servo, Lembrado da sua misericórdia, Como tinha prometido a nossos pais, A Abraão e à sua descendência para sempre." ["post_title"]=> string(10) "Magnificat" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(4) "open" ["ping_status"]=> string(4) "open" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(10) "magnificat" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2012-12-29 14:25:17" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 16:25:17" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(67) "http://santoantoniodocaxingui.com.br/?post_type=oracoes&p=1104" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(7) "oracoes" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" } [7]=> object(stdClass)#262 (24) { ["ID"]=> int(482) ["post_author"]=> string(1) "4" ["post_date"]=> string(19) "2012-11-26 02:11:14" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2012-11-26 02:11:14" ["post_content"]=> string(1417) "Vimos, ao cair da noite, confiar-nos, ó Senhor, ao poder das vossas mãos. Sem a vossa proteção, tudo perde quem vos perde, só em vós tudo renasce. Só por vós renasceremos para a vida de amanhã. Vai o dia declinando e só vós renovareis o mistério da alvorada, recordando em cada aurora a primeira luz do tempo, quando a vossa caridade, infinito amor em ato, se exprimiu na criação. Noite em noite, a voz do vento vem lembrar a vossa voz, voz de aviso e de perdão. Vem lembrar a todo o homem coração que vos não ame e não ame os seus irmãos trai a vida que lhes destes e naufraga na mentira. Vosso espírito de fogo, que desceu de além das nuvens, não se extingue sobre as águas. Assumindo a nossa carne, vos fizestes companheiro de quem anda sobre a terra e rasgais aos nossos passos os caminhos da alegria. Não deixeis de estar, Senhor, tão atento às nossas lágrimas, pronto sempre a socorrer-nos. Pois que tudo renovais, renovai as nossas forças na paixão de vos servir. E na paz da vossa graça seja vossa a nossa noite. Amém!" ["post_title"]=> string(17) "Oração da Tarde" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(4) "open" ["ping_status"]=> string(4) "open" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(15) "oracao-da-tarde" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2012-12-29 14:50:34" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 16:50:34" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(66) "http://santoantoniodocaxingui.com.br/?post_type=oracoes&p=482" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(7) "oracoes" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" } [8]=> object(stdClass)#263 (24) { ["ID"]=> int(479) ["post_author"]=> string(1) "4" ["post_date"]=> string(19) "2012-11-26 02:05:47" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2012-11-26 02:05:47" ["post_content"]=> string(711) "É belo o rosto claro da manhã, aberto sobre a terra que se expande nun hino de louvor e adoração, à luz do sol nascente que as renova. Levantam sua voz as criaturas, anunciando o esplendor do novo dia. Assim minha vontade, assim meus olhos se elevam para Ti. Faz-me, Senhor compreender o dia que amanhece e acorda-me, meu Deus, cada manhã até que saiba amanhecer seguro do teu amor, no dia sem ocaso. Amém!" ["post_title"]=> string(21) "Oração da Manhã II" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(4) "open" ["ping_status"]=> string(4) "open" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(15) "oracao-da-manha" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2013-03-24 16:12:41" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2013-03-24 18:12:41" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(66) "http://santoantoniodocaxingui.com.br/?post_type=oracoes&p=479" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(7) "oracoes" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" } [9]=> object(stdClass)#264 (24) { ["ID"]=> int(460) ["post_author"]=> string(1) "4" ["post_date"]=> string(19) "2012-11-26 01:43:10" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2012-11-26 01:43:10" ["post_content"]=> string(625) "Pai Nosso, que estais no Céu. Santificado seja o Vosso Nome, Venha a nós o Vosso Reino, Seja feita a Vossa Vontade, Assim na Terra como no Céu. O Pão-Nosso de cada dia nos dai hoje. Perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixeis cair em tentação, Mas livrai-nos do mal. Amém!" ["post_title"]=> string(9) "Pai Nosso" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(4) "open" ["ping_status"]=> string(4) "open" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(9) "pai-nosso" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2012-12-29 14:26:47" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 16:26:47" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(66) "http://santoantoniodocaxingui.com.br/?post_type=oracoes&p=460" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(7) "oracoes" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" } [10]=> object(stdClass)#265 (24) { ["ID"]=> int(449) ["post_author"]=> string(1) "4" ["post_date"]=> string(19) "2012-11-26 01:29:58" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2012-11-26 01:29:58" ["post_content"]=> string(1089) "Tu cumpriste a tua obrigação. Entre na alegria do Teu Senhor! Mas para eu receber esse elogio preciso muito da Vossa ajuda. Preciso saber distinguir a Vossa vontade, para não cair no engano de só fazer a minha. Jesus de Nazaré tinha um único objetivo: fazer a Vossa vontade. Assim Ele disse, e assim Ele cumpriu até o fim de Sua vida, quando, pregado na cruz e já sem forças exclamou: TUDO ESTÁ CONSUMADO. Depois, porém, num último esforço, entregou Seu Espírito em Vossas mãos, num gesto de submissão total. Ele fez tudo bem feito. Ele cumpriu Sua obrigação. Pai Santo, dê-me a graça de cumprir bem, como Cristo, a minha missão para que, alegremente, eu mereça receber o grande elogio: Vinde benditos do meu Pai, pelo dever cumprido. Amém!" ["post_title"]=> string(26) "Oração do Dever Cumprido" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(4) "open" ["ping_status"]=> string(4) "open" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(24) "oracao-do-dever-cumprido" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2012-12-29 14:55:23" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 16:55:23" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(66) "http://santoantoniodocaxingui.com.br/?post_type=oracoes&p=449" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(7) "oracoes" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" } } ["post"]=> object(stdClass)#255 (24) { ["ID"]=> int(1363) ["post_author"]=> string(1) "4" ["post_date"]=> string(19) "2012-12-29 15:05:25" ["post_date_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 17:05:25" ["post_content"]=> string(3108) "

1. De Davi. Quando simulou alienação na presença de Abimelec e, despedido por ele, partiu.

2. Bendirei continuamente ao Senhor, seu louvor não deixará meus lábios.

3. Glorie-se a minha alma no Senhor; ouçam-me os humildes, e se alegrem.

4. Glorificai comigo ao Senhor, juntos exaltemos o seu nome.

5. Procurei o Senhor e ele me atendeu, livrou-me de todos os temores.

6. Olhai para ele a fim de vos alegrardes, e não se cobrir de vergonha o vosso rosto.

7. Vede, este miserável clamou e o Senhor o ouviu, de todas as angústias o livrou.

8. O anjo do Senhor acampa em redor dos que o temem, e os salva.

9. Provai e vede como o Senhor é bom, feliz o homem que se refugia junto dele.

10. Reverenciai o Senhor, vós, seus fiéis, porque nada falta àqueles que o temem.

11. Os poderosos empobrecem e passam fome, mas aos que buscam o Senhor nada lhes falta.

12. Vinde, meus filhos, ouvi-me: eu vos ensinarei o temor do Senhor.

13. Qual é o homem que ama a vida, e deseja longos dias para gozar de felicidade?

14. Guarda tua língua do mal, e teus lábios das palavras enganosas.

15. Aparta-te do mal e faze o bem, busca a paz e vai ao seu encalço.

16. Os olhos do Senhor estão voltados para os justos, e seus ouvidos atentos aos seus clamores.

17. O Senhor volta a sua face irritada contra os que fazem o mal, para apagar da terra a lembrança deles.

18. Apenas clamaram os justos, o Senhor os atendeu e os livrou de todas as suas angústias.

19. O Senhor está perto dos contritos de coração, e salva os que têm o espírito abatido.

20. São numerosas as tribulações do justo, mas de todas o livra o Senhor.

21. Ele protege cada um de seus ossos, nem um só deles será quebrado.

22. A malícia do ímpio o leva à morte, e os que odeiam o justo serão castigados.

23. O Senhor livra a alma de seus servos; não será punido quem a ele se acolhe.

" ["post_title"]=> string(8) "Salmo 33" ["post_excerpt"]=> string(0) "" ["post_status"]=> string(7) "publish" ["comment_status"]=> string(4) "open" ["ping_status"]=> string(4) "open" ["post_password"]=> string(0) "" ["post_name"]=> string(8) "salmo-33" ["to_ping"]=> string(0) "" ["pinged"]=> string(0) "" ["post_modified"]=> string(19) "2012-12-29 15:05:25" ["post_modified_gmt"]=> string(19) "2012-12-29 17:05:25" ["post_content_filtered"]=> string(0) "" ["post_parent"]=> int(0) ["guid"]=> string(67) "http://santoantoniodocaxingui.com.br/?post_type=oracoes&p=1363" ["menu_order"]=> int(0) ["post_type"]=> string(7) "oracoes" ["post_mime_type"]=> string(0) "" ["comment_count"]=> string(1) "0" ["filter"]=> string(3) "raw" } ["queried_object"]=> object(stdClass)#188 (9) { ["term_id"]=> string(2) "77" ["name"]=> string(20) "Orações a Deus Pai" ["slug"]=> string(8) "deus-pai" ["term_group"]=> string(1) "0" ["term_taxonomy_id"]=> string(2) "78" ["taxonomy"]=> string(18) "categorias-oracoes" ["description"]=> string(32) "Oração endereçada a Deus Pai." ["parent"]=> string(3) "103" ["count"]=> string(2) "41" } ["queried_object_id"]=> int(77) }

Orações a Deus Pai

Salmo 26

Salmo 26

1. De Davi.     O Senhor é minha luz e minha salvação, a quem temerei? O Senhor é o protetor de minha vida, de quem terei medo? 2. Quando os malvados me atacam para me devorar vivo, são eles, meus adversários e inimigos, que resvalam e caem. 3. Se todo um exército se acampar contra mim, não [...]

Leia mais →

Salmo 31

Salmo31

1. De Davi. Hino.      Feliz aquele cuja iniquidade foi perdoada, cujo pecado foi absolvido. 2. Feliz o homem a quem o Senhor não arguí de falta, e em cujo coração não há dolo. 3. Enquanto me conservei calado, mirraram-se-me os ossos, entre contínuos gemidos. 4. Pois, dia e noite, vossa mão pesava sobre mim; esgotavam-se-me as forças como nos [...]

Leia mais →

Salmo 33

Salmo33

1. De Davi. Quando simulou alienação na presença de Abimelec e, despedido por ele, partiu. 2. Bendirei continuamente ao Senhor, seu louvor não deixará meus lábios. 3. Glorie-se a minha alma no Senhor; ouçam-me os humildes, e se alegrem. 4. Glorificai comigo ao Senhor, juntos exaltemos o seu nome. 5. Procurei o Senhor e ele me atendeu, livrou-me de todos [...]

Leia mais →

Salmo 35

Salmo35

  1. Ao mestre de canto. De Davi, servo do Senhor. 2. A iniquidade fala ao ímpio no seu coração; não existe o temor a Deus ante os seus olhos, 3. porque ele se gloria de que sua culpa não será descoberta nem detestada por ninguém. 4. Suas palavras são más e enganosas; renunciou a proceder sabiamente e a [...]

Leia mais →

Salmo 43

Salmo43

1. Ao mestre de canto. Hino dos filhos de Coré. 2. Ó Deus, ouvimos com os nossos próprios ouvidos, nossos pais nos contaram a obra que fizestes em seus dias, nos tempos de antanho. 3. Para implantá-los, expulsastes com as vossas mãos nações pagãs; para lhes dardes lugar, abatestes povos. 4. Com efeito, não foi com sua espada que [...]

Leia mais →

Salmo 66

Salmo66

1. Ao mestre de canto. Com instrumentos de corda. Salmo. Cântico. 2. Tenha Deus piedade de nós e nos abençoe, faça resplandecer sobre nós a luz da sua face, 3. para que se conheçam na terra os seus caminhos e em todas as nações a sua salvação. 4. Que os povos vos louvem, ó Deus, que todos os povos [...]

Leia mais →

Salmo 68

Salmo68

1. Ao mestre de canto. Segundo a melodia: Os lírios. 2. Salvai-me, ó Deus, porque as águas me vão submergir. 3. Estou imerso num abismo de lodo, no qual não há onde firmar o pé. Vim a dar em águas profundas, encobrem-me as ondas. 4. Já cansado de tanto gritar, enrouqueceu-me a garganta. Finaram-se-me os olhos, enquanto espero meu [...]

Leia mais →

Salmo 7

Salmo7

1. Lamentação de Davi, que cantou em honra do Senhor, por causa de Cus, o benjaminita. 2. Senhor, ó meu Deus, é em vós que eu busco meu refúgio; salvai-me de todos os que me perseguem e livrai-me, 3. para que o inimigo não me arrebate como um leão, e me dilacere sem que ninguém me livre. 4. Senhor, [...]

Leia mais →

Salmo 71

Salmo71

1. De Salomão.      Ó Deus, confiai ao rei os vossos juízos. Entregai a justiça nas mãos do filho real, 2. para que ele governe com justiça vosso povo, e reine sobre vossos humildes servos com equidade. 3. Produzirão as montanhas frutos de paz ao vosso povo; e as colinas, frutos de justiça. 4. Ele protegerá os humildes [...]

Leia mais →

Salmo 8

Salmo8

  1. Ao mestre de canto. Com a gitiena. Salmo de Davi. 2. Ó Senhor, nosso Deus, como é glorioso vosso nome em toda a terra! Vossa majestade se estende, triunfante, por cima de todos os céus. 3. Da boca das crianças e dos pequeninos sai um louvor que confunde vossos adversários, e reduz ao silêncio vossos inimigos. [...]

Leia mais →

Salmo 9

Salmo9

1. Ao mestre de canto. Segundo a melodia A morte para o filho. Salmo de Davi. 2. Eu vos louvarei, Senhor, de todo o coração, todas as vossas maravilhas narrarei. 3. Em vós eu estremeço de alegria, cantarei vosso nome, ó Altíssimo! 4. Porque meus inimigos recuaram, fraquejaram, pereceram ante a vossa face. 5. Pois tomastes a vós meu direito [...]

Leia mais →